Média de vida dos policiais militares da Paraíba falecidos em 2017 foi de 68,7 anos

Compartilhe!


      A perspectiva de vida dos policiais militares da Paraibana já  foi objeto de outras postagens nossa em 2015 e 2016.  Agora queremos expor dados relativos ao ano de 2017.

      A média de idade dos policiais militares da Paraíba falecidos em 2017 foi de 68,7 anos. A média de expectativa de vida do brasileiro em 2016 foi 75,8 anos e a dos paraibanos foi de 72,3 em 2013, segundo dados divulgados pelo IBGE. Em 2017 faleceram 82 policiais militares, da ativa e da reserva, e a soma das idades deles totalizou 5.634 anos, o que resulta na média de 68,7 anos conforme já mencionado.

    Em janeiro de 2015 publicamos a relação do PM da Paraíba falecidos em 2014, o que totalizou 68 óbitos. Em Janeiro de 2016 publicamos esses mesmos dados referentes a 2015, quando ocorreram 70 falecimentos.

    Porém, naquela oportunidade, só dispúnhamos dos dados fornecidos pela Caixa Beneficente de Oficiais e Praças da Polícia Militar e Corpo de Bombeiro Militar da Paraíba. Esse órgão extrai esses dados dos processos de concessão dos pecúlios que paga aos familiares dos sócios falecidos.

 Mas os dados que ora expomos foram elaborados a partir de estatísticas coletadas em uma ampla pesquisa científica que está sendo realizada pelo Tenente Coronel Onivan Elias, que atualmente exerce as funções de Subcomandante do Centro de Educação da PMPB.   O estudo desse Oficial tem uma bem maior abrangência no tempo e no espaço e no aprofundamento das informações.

Analisando os dados referentes ao falecimento de policiais militares de 2017, colhidos da pesquisa desse abnegado Oficial, formatamos uma relação e um gráfico na busca de melhor se visualizar as informações e com base nelas extrair algumas conclusões de ordem genérica que possam ensejar maiores reflexões.

     Em 2017 faleceram 82 policiais militares, cuja relação expomos no final deste trabalho. Desses profissionais, 9 faleceram antes de completar 50 anos de idade, o que representa 10,9 % dos óbitos. Quase todos os policiais militares com essa idade estão no serviço ativo, o que pode sugerir que tais óbitos se deram em serviço. Mas, pelos registros, em 2017 só um policial militar faleceu em serviço, mesmo assim foi de causa natural.

       Com a idade de 50 a 59 anos faleceram 24 policiais militares, ou seja, 29,2 %, sendo essa a faixa com maior incidência de casos. Essa é a faixa etária em que o policial militar tem ingressado há poucos anos na reserva.

     É preocupante se perceber que quase 30% dos policiais militares falecem antes de completar dez anos na situação de inativo. Por certo, esses dados rebaixam a média de vida do total desses servidores.

     Esse ponto deve merecer uma maior atenção por parte dos dirigentes da corporação e das entidades representativas dos policiais militares. Urge o levantamento de propostas de políticas públicas de saúde e de assistência social voltadas para esse público.

   Como também ocorreu em 2014 e 2015, a quantidade de falecidos com idade de 60 a 69 anos foi baixa em relação às outras faixas etárias. Foram 7 casos, o que representa 8,6%. Esse é um ponto que merece uma reflexão mais aprofundada. Em 2014, por exemplo, esse percentual foi de 5,8%. Esse pessoal se cuida mais ou existem outros fatores para explicar esse fenômeno? Esses dados fortalecem a percepção da gravidade do problema referente ao pessoal da faixa dos 50 a 59.

   Com idade entre 70 e 79 anos faleceram 14 policiais militares, ou seja, 17% do total.

   Na faixa dos 80 a 89 anos tivemos 18 falecimentos, o que equivale a 21,9 % dos óbitos. Com idade acima de 90 anos tivemos 10 casos, o que representa 12,1%.

   É animador, de certa forma, se perceber que se somarmos os óbitos dos maiores de 80 anos em 2017 teremos um total de 28 registros, o que representa 34,1% do total, ou seja, um pouco mais de um terço dos policiais militares ultrapassam a casa dos oitenta anos. Registre-se que um dele chegou aos 102 anos.

   Mesmo assim, a vida média dos policiais militares da Paraíba que em 2017 foi de 68,7 anos está abaixo da expectativa de vida dos demais paraibanos, que em 2013 foi de 72,3 anos, que por sua vez era menor que a média brasileira em 2016 que era de 75,8 anos.

 
?
Relação dos Policiais Militares falecidos em 2017, por faixa etária Na pagina 2

Compartilhe!

Posts Relacionados:


Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

Notificação de
avatar