Aspirantes de 1975: A primeira turma selecionada com o 2º grau.

Compartilhe!


A turma de Aspirantes de 1975 da Paraíba foi a primeira a ser selecionada (Em 1972) com exigência de ensino médio (Na época denominado de curso científico).

       Até 1972 os estabelecimentos de formação de oficiais eram denominados de Escola de Formação de Oficiais e no currículo, além das matérias técnico-profissionais, constavam disciplinas correspondentes ao ensino médio (Português, Inglês, Matemática, Química, Biologia, Física, História e Geografia).  A partir de então esses centros receberam a denominação de Academia de Polícia Militar, e foram retiradas as disciplinas do ensino médio dos currículos dos cursos e foram incluídas matérias do 3º grau, predominantemente dos Cursos de ciência jurídica, administração, sociologia e psicologia, o que persiste até os nossos dias.
      Pelo edital do concurso de 1972 na Paraíba, eram dez vagas para a Academia da PM da Bahia. No decorrer das provas surgiram mais três vagas para Pernambuco. Dos dez alunos selecionados para a Bahia, um foi transferido para a PM daquele Estado durante o Curso.          Em Pernambuco o curso terminou em outubro de 1975 e na Bahia no final de dezembro do mesmo, mas, conforme estabelecia o Estatuto, foi considerada uma só turma e a antiguidade foi estabelecida pela classificação unificada.
      Concluíram o Curso em Pernambuco: Batista Lima, José Vicente e Augusto Nery. Os formados na Bahia foram: Gilberto Moura, José Gumercindo, José Virgínio, Vaumir Fernandes, Alfredo Cavalcante, João Evódio, Souza Neto e Geovani Domingos.   Desse grupo faleceram, ainda no serviço ativo, Souza Neto, no posto de 1º Tenente, e Vicente, no Posto de Major. Nery e Evódio passaram para a reserva no Posto de Tenente Coronel e os demais alcançaram o coronelato.
       A promoção da turma ao primeiro posto ocorreu no dia 20 de agosto de 1976, em solenidade realizada em Cajazeiras, que estava comemorado a passagem do dia de sua emancipação política. O Governador era Ivan Bechara, natural de Cajazeiras, que transferiu, simbolicamente, a capital do Estado para aquela cidade, inclusive com os Secretários despachando em gabinetes instalados em salas de órgãos públicos naquele município.
 A solenidade de promoção da turma foi o ponto alto das festividades, concluída com um desfile militar formado por efetivos de Patos, Campina Grande, Guarabira e João Pessoa.
Promovidos - Gilberto, Gumercindo, Virgínio, Batista, Geovani, Vaumir, Vicente, Souza Neto, Alfredo, Nery, e Evódio.

Compartilhe!

Posts Relacionados:


Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

Notificação de
avatar